50 Padrões Geométricos Maravilhosos do Design

padroes geometricos

Você já tirou proveito dos padrões geométricos?

Parece uma pergunta estranha, eu sei, mas os padrões geométricos são ferramentas incrivelmente úteis, das quais você realmente pode tirar proveito.

Os padrões geométricos, quando usados corretamente, podem ser flexíveis, visualmente eficazes e, em alguns casos, funcionais. Você pode utilizá-los para dar vida aos seus designs ou para proporcionar um toque de elegância e estilo.

Vamos conferir 50 exemplos de utilização dos padrões geométricos no design, e como você pode colocá-los em prática.

01. Equilibre o design

Os padrões geométricos são ótimos para chamar a atenção, mas se você estiver pensando em usar ou combinar muitos padrões, considere equilibrá-los com o uso de elementos menos chamativos. Veja este exemplo de folheto do Studio Plat. Ele utiliza vários elementos geométricos vibrantes e expressivos, mas sua parte interna é muito mais simples. Se você estiver usando muitos padrões chamativos, a inserção de espaço em branco e de elementos mais simples pode ajudar a manter o seu design legível e não muito carregado.

Daelim Museum por Studio Plat

02. Combine seu padrão com corte e vinco

Um acabamento em corte e vinco bem usado pode fazer toda a diferença em seu design – e quando combinado com um belo padrão geométrico, é possível criar algo realmente eficiente. Dê uma olhada neste design de identidade visual criado por Naomi Farrar para a papelaria Ink. Naomi usou, de maneira inteligente, o logotipo em corte e vinco como uma janela que revela o padrão geométrico colorido. Assim como o exemplo anterior, este design mostra a importância de equilibrar um padrão colorido e carregado com elementos mais simples em branco.

Ink por Naomi Farrar

03. Deixe o padrão complementar seus elementos

É importante lembrar que os padrões geométricos são usados para complementar o design. Veja este exemplo do Smitten Studio. O padrão em tom terroso e forma de flecha complementa o design deste simples cartão de cor orgânica. Brinque com as formas, cores e aplicações dos seus padrões até sentir que eles estão adaptados perfeitamente ao seu design.

In The Studio por Smitten Studio

04. Misture padrões com fotografias

Deseja inserir formas geométricas expressivas e atraentes em suas fotos? Inspire-se neste exemplo do Foreign Policy. Ao sobrepor formas geométricas e fotografias de várias maneiras e utilizar uma paleta vintage de cores sóbrias, este projeto se transforma em um design estiloso, inesperado e expressivo. Ouse ao utilizar as cores e formas, porque o resultado final pode proporcionar um diferencial ao seu design.

13 Wives por Foreign Policy

05. Crie um logotipo geométrico

Formas geométricas podem ser elementos de design fortes, ousados e surpreendentes. Por conta disso, são ótimas para logotipos. Este branding criado para a cidade de Melbourne por Landor Associates mergulhou nessa ideia ao criar o logotipo e suas inúmeras variações. A forma superdefinida do “M” e os padrões geométricos variados que preenchem a letra ajudam a criar profundidade e dão um toque vibrante e flexível ao design, mantendo a consistência do branding. Então, da próxima vez que você criar um logotipo, considere usar padrões e formas fortes para proporcionar um visual moderno e estiloso.

Cidade de Melbourne por Landor Associates

06. Crie um degradê geométrico

Degradês são incríveis, e o mesmo podemos dizer dos padrões geométricos. Que tal, então, juntá-los para criar um degradê geométrico? Este design do Silvio Ketterer usa um padrão geométrico linear e acentuado e paletas sutis em degradê para criar um design profissional e surpreendente. Sutil e elegante, a combinação de uma paleta degradê com formas lineares é uma maneira fantástica de utilizar o padrão geométrico em um design mais corporativo.

Colado por Silvio Ketterer

07. Brinque com a escala

Uma das melhores coisas relacionadas ao uso de padrões nos designs é a possibilidade de trabalhar com a escala desses elementos. Aumente o tamanho do seu padrão para criar grandes blocos de cores e formas distintas, ou diminua o tamanho para criar um visual mais detalhado e texturizado. Veja como Anna Trympali fez isso neste branding para a joalheria Art of π. Em algumas aplicações, Anna aumentou o tamanho do padrão, transformando-o em blocos de cor simples, enquanto que em outras aplicações, ela diminuiu o padrão, tornando-o mais carregado. Faça com que cada aplicação tenha seu design próprio e brinque um pouco com as dimensões de seus padrões geométricos.

Art of π Handmade Creations por Anna Trympali

08. Combine padrões fortes com cores vibrantes

Há uma regra que diz que você não deve usar mais de 3 cores em um design e nem misturar padrões. Porém, todos nós sabemos que regras (especialmente as do design) são feitas para serem quebradas. Veja este exemplo por Urtd. Ele combina vários padrões expressivos com manchas coloridas (utilizando muito mais do que 3 cores). O resultado? Um produto final incrível. Considere combinar cores vibrantes com padrões expressivos para obter um efeito chamativo e eficaz – e não tenha medo de fazer experimentos!

Urtd

09. Misture e combine elementos

A ação de misturar e combinar formas, padrões e cores pode ajudar na criação de composições realmente bonitas e dinâmicas. Veja este exemplo do G Design Studio para a faculdade de design grega Vakalo. Ao criar uma variedade de composições com formas, padrões e cores, o design se mantém divertido, expressivo e envolvente.

“Usamos padrões fortes relacionados a dois assuntos de especialidade da Vakalo: design gráfico e design de interiores. Esses padrões são inspirados no curso de design básico, que é a base da composição e da síntese”, explica o G Design Studio.

Então, misture seus elementos, perceba o que combina e o que entra em conflito, e veja as belas variações que você pode criar.

Vakalo College of Art & Design por G Design Studio

10. Insira formas geométricas nas fontes

Quem disse que padrões geométricos e fontes devem ser separados? Ninguém! Insira formas e padrões geométricos em sua fonte para obter um efeito divertido. Veja este exemplo criado por Lily Li para o kit de confecção de pipas da marca Aeroplay. Lily usou formas geométricas para criar o logotipo da Aeroplay e, então, usou o logotipo como padrão para várias embalagens. Funcional e flexível, essa técnica é simples e eficaz.

Kit de pipas da Aeroplay por Lily Li

11. Utilize um design monocromático

Todos os exemplos anteriores possuem um colorido vibrante, mas que tal diminuir as cores e usar apenas o básico? Um design geométrico monocromático pode ser bastante expressivo e ainda mais eficaz. Veja este exemplo por Kilo Studio para o Flock Café.

“A ideia da ‘coexistência’ foi usada na identidade visual; vários padrões, representando diferentes partes do café, unem-se em combinações aparentemente ilimitadas”, explicam os designers.

Portanto, a combinação de diferentes padrões com a paleta elegante é usada para criar um design detalhado e intrincado, mas não sobrecarregado. Ou seja, se você planeja usar muitos padrões, considere utilizar um esquema de cores mais básico, deixando os padrões cuidarem do resto.

Flock Cafe por Kilo Studio

12. Use letras para criar padrões

Você pode tirar inspiração para criar padrões de todos os lugares, inclusive das letras. Veja como o Atelier Ivorin, na Rational International, transformou a letra "M" em padrão através da repetição. Ao ser combinado com três cores vibrantes, o padrão "M" se tornou parte de um design moderno e expressivo que, certamente, chama a atenção. Considere transformar sua inicial em um padrão; veja como você pode usar o formato das letras para criar algo dinâmico e novo.

Mario Mlakar por Atelier Ivorin

13. Inclua assimetria

Quando se pensa em padrão, muitas pessoas imaginam uma ou mais figuras repetidas várias vezes. Embora isso seja verdade em alguns casos, o uso de padrões um pouco menos lineares pode também ser eficaz. Veja este branding por Olivia King. Em vez de utilizar um padrão comum e ordenado, ela usa formas com facetas assimétricas como padrão. Esta padronização facetada não é apenas bonita e eficaz, mas também superflexível. Considere abandonar os grids e, manualmente, crie um padrão de visual estilizado e único.

Trig por Olivia King

14. Na dúvida, use impressão tipográfica

Não sabe se deseja usar um padrão carregado? Quer apenas inserir algo a mais em um padrão preexistente? Bem, então eu sugiro o uso da impressão tipográfica. Veja estes cartões de visita criados por Laurie DeMartino Design Co. Eles usam diferentes padrões como elementos centrais. A impressão tipográfica foi usada nos cartões para proporcionar tatilidade e dimensão.

Julie Dasher Rugs por Laurie DeMartino Design Co.

15. Divida suas fotos e use molduras geométricas

Você está trabalhando em um projeto fotográfico e quer utilizar padrões geométricos? Considere deixar de lado a moldura quadrada e adotar algo mais geométrico, expressivo e angular, como neste exemplo de Melissa Zambrana. Ao cortar suas imagens em diferentes pontos e incliná-las de maneira angular e geométrica, você pode dar uma nova vida e uma nova cara às suas fotografias.

Agapé Dance Studio por Melissa Zambrana

16. Experimente usar a tesselação

Quer outra coisa boa sobre as formas geométricas? Algumas podem ser interligadas. Considere interligar formas geométricas para criar linhas de orientação (que direcionam o olhar), como neste exemplo de Aidan Stonehouse. Ao combinar formas geométricas com fotos e letras que se alinham com cada elemento, você pode criar um efeito impressionante.

Kaleid por Aidan Stonehouse

17. Brinque com pixels

Você está vendo centenas deles agora mesmo: pixels. Pixels são padrões geométricos de telas digitais e ótimas fontes de inspiração para seus designs. Veja como Joe Kral se inspirou no ícone do mouse de computador para criar um efeito de sobreposição incrível. Além disso, note como cada elemento foi bem alinhado. Se você for trabalhar com arte pixelada, considere usar um grid e alinhar seu elementos para manter o visual organizado.

Grafik: edição 124 por Joe Kral

18. Use padrões do tipo wireframe

Você está em busca de um padrão um pouco menos intrusivo, que combine com outras imagens e elementos? Considere usar padrões do tipo wireframe. Dê uma olhada neste exemplo de Eight Hour Day. Ele usa linhas finas e áreas transparentes para criar um padrão que pode ser colocado sobre a imagem de forma sutil e eficaz, sem tampá-la completamente. Considere criar um padrão em estilo wireframe se você estiver em busca de uma maneira não-intrusiva de combinar padrões e fotos.

ADMCi por Eight Hour Day

19. Crie uma ilusão

Quando usado corretamente, os padrões geométricos podem criar a ilusão de movimento. Veja este cartaz criado para o Wave Festival. O uso de formas mais definidas, ajustadas para criar padrões ondulados, proporciona uma ilusão de movimento ao design e, ao mesmo tempo, oferece um visual bacana e eficaz. Veja como os nomes das bandas e dos artistas são, sutilmente, escondidos nas linhas onduladas para não prejudicar o design. Não tenha medo de usar padrões geométricos curvilíneos e que causem um efeito de ilusão de óptica.

Wave Festival

20. Crie padrões interligados

Considere interligar vários padrões para criar um design. Estes modelos promocionais feitos por Patrick Fry para o The Globe Theatre, por exemplo, interligam padrões geométricos para criar um conjunto de itens que possuem um visual fantástico tanto individualmente quanto coletivamente. Ao usar um simples círculo/semicírculo em cada lado da página, Fry cria um design que precisa ser juntado com outros designs para formar uma imagem completa. Os padrões simples e expressivos são contrabalançados pelo espaço em branco, permitindo que as cores dos padrões se destaquem.

Identidade do The Globe Theatre por Patrick Fry

21. Use camadas

Uma ótima maneira de proporcionar profundidade e um diferencial aos seus padrões geométricos é sobrepondo os elementos de um jeito interessante. Veja este cartaz produzido por Elise Muchir e Franklin Desclouds do estúdio francês Des Signes. Ele é divertido e inova na maneira de dispor as camadas dos elementos do padrão geométrico (sobre e sob o texto). Considere realçar alguns elementos de seu design para criar um efeito de camadas e proporcionar um pouco mais de dinamismo.

Jardins por Des Sgines

22. Use a fusão em seus padrões

Não consegue escolher apenas um padrão? Então, que tal usar todos eles? Confira este branding criado pelo grupo de design australiano Hofstede Design. O logotipo e todas as outras aplicações possuem uma fusão de vários blocos de símbolos e padrões geométricos, resultando em uma colcha de retalhos divertida e em elementos de design expressivos. Há um total de dezessete blocos de padrões diferentes (que se parecem com pixels). Eles representam a adaptabilidade da marca e sua expressão visual. Portanto, se você possui um conjunto de padrões de que gosta, considere juntá-los e veja o efeito bacana que você pode criar.

Branding por Hofstede Design

23. Adapte seus padrões à sua marca

Padrões geométricos não são usados apenas em marcas vibrantes e expressivas. Eles também podem ser usados para transmitir sofisticação e classe, como foi feito neste exemplo criado por Gustavo Freitas para a joalheria Monte Cristallo. Ao usar um padrão simples e delicado, equilibrado com cores suaves e elementos minimalistas, o design proporcionou textura, estilo e um efeito único ao branding. Portanto, não descarte totalmente os padrões geométricos; você pode adaptá-los a praticamente qualquer tipo de situação.

Monte Cristallo por Gustavo Freitas

24. Crie padrões com intenção

Há inspirações para padrões em todos os lugares. Por isso, faça um brainstorm do seu projeto e veja quais formas geométricas vêm à mente. Por exemplo, veja este branding produzido por Federica Belfonte para a Bee Visual. Ele utiliza a icônica forma hexagonal do favo de mel, criando um padrão simples e belo. Através de um simples elemento, esse padrão se harmoniza com o nome da marca e adiciona um pouco de cor e diversão ao branding. Pense nas figuras que você associa à sua marca ou ao seu projeto; veja se você pode transformá-las em um padrão.

Identidade Visual por Federica Belfonte

25. Adicione um pouco de variedade

Dizem que variedade é o tempero da vida, então que tal adicionar um pouco disso aos seus padrões? Estes cartões de visita da Factory North usam três simples padrões geométricos e cores para criar cartões diferentes, atuais e belos – e que são visualmente incríveis sozinhos ou, melhor ainda, juntos.

Usar metade do cartão de visita para mostrar seu padrão geométrico é também uma ótima maneira de equilibrar a imagem com o texto, caso você tenha se deparado com esse dilema. Então selecione alguns padrões de que você gosta e considere utilizá-los em seus cartões de visita, proporcionando variedade e um toque único.

Angela & Evan Photography por Factory North

26. Use o espaço negativo geométrico

Aqui vai uma simples equação matemática para você manter em mente: formas geométricas fortes + fotografias fortes = designs fortes. Misturar suas fotografias com padrões geométricos intrigantes pode otimizar o contraste e proporcionar um toque único e misterioso ao design. Veja esta série de designs do Josip Kelava para uma competição fotográfica.

“Usando espaço negativo e contraste, os designs foram criados para estimular os observadores a comparar os vários componentes e, ao mesmo tempo, proporcionar variedade como um todo”, disse Josip. “O contraste das duas cores me inspiraram a criar uma arte óptica geométrica, dando aos designs um sentido de movimento em vez de um sentido estático”.

Então, se você quiser criar algo um pouco mais ousado ou expressivo, considere seguir os conselhos de Josip Kelava e introduza formas geométricas em suas fotografias.

Manifesto por Josip Kelava

27. Combine cores simples com padrões pretos

Misturar cores simples com padrões em preto e branco pode ajudar a criar um contraste expressivo e eficiente. Veja como o Anagrama combinou as cores rosa pastel e hortelã com um padrão geométrico de labirinto inspirado na antiga arte maia, para proporcionar um efeito atraente e memorável. Nem todos os padrões precisam casar com o seu esquema de cores. Considere usar um padrão que ofereça bastante contraste com o seu esquema de cores para criar um design realmente impressionante.

Xoclad por Anagrama

28. Melhore sua imagem com formas geométricas

Suas fotografias e seus padrões não precisam ser elementos distintos. Na verdade, considere moldar seu padrão geométrico em torno da sua fotografia para criar uma rede visual. Veja estes exemplos de Caroline Grohs para o The Motion Theatre. Eles usam imagens de dançarinos atrelados a formas geométricas, reforçando o movimento de cada imagem. A criação de redes geométricas pode, de fato, realçar as figuras preexistentes. Por isso, considere se algo semelhante pode otimizar suas fotos.

The Motion Theatre por Caroline Grohs

29. Brinque com ilusões de óptica

Outra coisa legal sobre se aprofundar no mundo dos padrões geométricos é obter a capacidade de criar ilusões de óptica. Veja este cartaz feito por Themes Illustration. Ele usa formas geométricas expressivas e conectadas para criar a ilusão de uma caveira. (Não consegue ver? Tente ir um pouco para trás.) Então se você quiser criar algo um pouco mais experimental e diferente, crie uma ilusão de óptica geométrica.

Cartaz L’Expo Qui Rend Fou por Themes Illustration

30. Use o degradê suave para um efeito expressivo

O uso de degradês suaves e transparências pode dar ao seu padrão geométrico um efeito interessante. Veja este kit de branding criado por Helen & Co. para a empresa de software Enfinity. A designer criou uma série de elementos triangulares irregulares e interligados, coloridos suavemente por efeitos de degradê e transparência. O resultado é um design simples, porém dimensional e eficaz – perfeito para um negócio corporativo. Não considere cores simples como as únicas que você pode utilizar em padrões geométricos. Faça experimentos e veja o que funciona para você!

Enfinity por Helen & Co.

31. Crie padrões tipográficos

Nós falamos como você pode usar padrões em seu branding anteriormente. Mas que tal transformar seu branding em um padrão? Este design do TextielMuseum/TextielLab fez isso. Ao pegar as três letras do nome da marca e do logotipo (T, M e L) e multiplicá-las utilizando diferentes opacidades e combinações de cor, eles criaram uma série de belos padrões que possuem significado e importância ocultos. Então, se você tiver dificuldade para criar um padrão, considere usar as letras da sua marca.

Identidade do TextielMuseum & TextielLab

32. Conecte várias formas geométricas

Quer criar algo colorido e geométrico? Aprenda com o designer Thomas Kronbichler e considere conectar algumas formas e cores diferentes para criar um efeito expressivo. Este branding para o festival de música italiano Busk mantém o restante do design supersimples – fonte branca serifada e divisores/bordas comuns. Deixe seus padrões geométricos se destacarem e mantenha o restante simples para conquistar um design expressivo e surpreendente.

Busk por Thomas Kronbichler

33. Corte o padrão

Quer algo diferente do padrão geométrico impresso? Considere introduzir a técnica de corte e vinco em seus designs para proporcionar um efeito tangível e único. Dê uma olhada nestes cartões de visita criados por Smriti Kariwal. Eles são inspirados na “visão que temos ao olhar através de um vitral e no design geométrico linear”. Esse toque único e radical permite que o restante do design seja supersimples.

Cartão de Visita Preto Cortado a Laser por Smriti Kariwal

34. Cause impacto

Se você está em busca de um design simples, forte e contrastante, considere criar um padrão supersimples. Este exemplo de Daniel Brox Nordmo usa um padrão chevron espesso e preto, que complementa lindamente a letra serifada simples e a embalagem minimalista. Note também que Daniel usou chevron nas etiquetas através da técnica de corte e vinco. Pequenos ajustes e um padrão simples podem ter um grande impacto no seu branding.

Don & Brook por Daniel Brox Nordmo

35. Mantenha a simplicidade e a elegância

Por falar em padrões mais minimalistas, veja este design criado por Frank & Oak. Ele mantém a simplicidade, a elegância e a clareza ao utilizar um padrão listrado supersimples. Você não precisa criar algo ornamentado e detalhado para obter padrões geométricos bacanas. Veja como este exemplo é eficaz. As linhas nítidas, a paleta de cores simples e os blocos de cor expressivos ajudam a equilibrar o padrão e manter este design elegante e atraente.

Frank & Oak

36. Misture analógico e digital

Use padrões feitos manualmente e um toque de padrões gráficos expressivos para obter um contraste único e memorável.  Veja estes designs de caixa da Birchbox criados por Mary Rabun. Ela combina padrões pintados à mão com gráficos mais expressivos e facetados para criar um design único e elegante. Então, considere misturar analógico e digital para criar um design de padrão amalgamado. Além disso, criar manualmente elementos para o seu layout significa que ninguém mais no mundo vai ter um padrão como o seu, o que é sempre um algo a mais!

Birchbox de Março 2015 por Mary Rabun

37. Crie um retrato geométrico

Não há limites para o que os padrões geométricos podem fazer. Veja esta capa de álbum por Flat-e que inclui um retrato geométrico do artista. Formas geométricas simples, um pouco de textura leve e algumas cores fortes são unidas para criar um retrato dimensional e surpreendente. Além disso, combinado com uma capa dourada, o design realmente se destaca. Então, se você estiver se sentindo um pouco mais aventureiro, considere montar um retrato utilizando apenas figuras geométricas.

Amou este design e quer conferir mais coisas parecidas? Veja estes surpreendentes e inspiradores designs de capa de álbum.

Capa de Álbum por Flat-e

38. Use elementos abstratos

Já conversamos sobre a utilização de formas geométricas e fotografia, mas este exemplo dá um toque único a esta proposta. Criado por Melissa Baillache para o Mirror Ball do Sydney Dance Company, este design usa a fotografia simples de uma dançarina e um grid de padrões circulares para criar um design envolvente e belo. Com cores, molduras e recortes estratégicos, o design transmite a ideia de espelhos, de refração e de bolas de espelho por meio dos padrões geométricos. É um pouco abstrato e experimental, porém muito eficaz. Divida sua imagem em grids geométricos e espalhe os elementos. Deixe as formas geométricas cortarem sua imagem de uma maneira intrigante; permita que isso melhore a sua arte.

Dance Noir por Melissa Baillache

39. Preencha os padrões

Os padrões podem ser ferramentas incrivelmente funcionais, bem como belos elementos estéticos. Confira este design de site da agência Built by Buffalo, que usa formas hexagonais preenchidas com imagens, fontes e/ou gráficos como principais links do site. Ao proporcionar um toque único e memorável aos links, este design permite que o site Buffalo comunique sua paleta de cores e seu estilo de uma forma rápida, bonita e funcional. Considere usar um padrão geométrico para exibir seu conteúdo de uma maneira simples e eficaz.

Built by Buffalo

40. Use grids

Formas geométricas são incrivelmente flexíveis e adaptáveis, podendo ser usadas em praticamente qualquer situação. Quer uma prova disso? Bem, confira este kit de branding criado por Kristine Gulheim e Daniel Brox Nordmo.

“Como a moda está em constante mudança e evolução, nós escolhemos usar isso como principal inspiração. Esses pontos no logotipo são usados como uma base para conectar linhas e criar a oportunidade de obter uma grande quantidade de variações do logotipo”, explicou Kristine.

Ao usar um grid simples como base para o logotipo, Kristine e Daniel foram capazes de criar uma miríade de “sublogotipos” e variações compatíveis com qualquer situação. Bônus: eles foram capazes de combinar todos esses designs para criar um grande padrão que pode ser usado no branding. Ou seja, começar com um grid e desenvolver seu logotipo a partir daí pode permitir a você criar designs geométricos flexíveis e adaptáveis em instantes.

HiOA: Mote & Produksjoh por Kristine Gulheim e Daniel Brox Nordmo

41. Use um pouco de textura

Ama o visual facetado do padrão geométrico, mas não é muito chegado em sua aparência chamativa? Considere inserir um pouco de textura para suavizar o visual. Este cartão de visita criado por Scott Hill usa formas geométricas facetadas e uma bela fonte dourada em primeiro plano. As facetas são suavizadas através de texturas brandas (traços e linhas), utilizadas em algumas formas geométricas para tornar o visual um pouco mais íntimo e estiloso. Combinado com um wireframe elegante no verso, este cartão de visita demonstra estilo, mas sem ser muito agressivo ou expressivo.

Sparrow por Scott Hill

42. Busque inspiração para formas em toda parte

Os melhores designs são aqueles que possuem significado e reflexão por trás deles. Um design que segue essa filosofia é o branding criado por Stefan Zimmerman para o Internationale Spieltage SPIEL, o maior evento comercial de jogos de tabuleiro do mundo. Stefan, sem dúvida, inspirou-se no quebra-cabeça chinês Tangram para criar o branding. Usando formas geométricas simples, cores fortes e composições inteligentes de Tangram, Stefan conseguiu transmitir a ideia de jogos de tabuleiro neste branding, tornando o design forte, identificável e visualmente surpreendente. Pense quais são as formas e os padrões que as pessoas associam ao seu projeto e insira tais elementos no seu design.

Internationale Spieltage SPIEL por Stefan Zimmerman

43. Menos é mais

Você precisa de inspiração para criar um branding mais corporativo? Confira este design criado por Stefania Criscuolo. Ela usou uma paleta de cores sóbria e formas geométricas para criar o branding da marca Antomic. Stefania mantém o profissionalismo usando uma quantidade pequena do padrão na maioria das aplicações, apenas uma barra fina ou um pequeno bloco, mantendo tudo organizado e claro. Tome nota: você não precisa ostentar seu padrão em cada aplicação. Às vezes, menos é realmente mais.

Identidade Visual por Stefania Criscuolo

44. Use arte de 8 bits

Conversamos brevemente sobre pixels, mas e sobre a arte de 8 bits? Também conhecida como arte de pixel, a arte de 8 bits cria elementos gráficos a partir de pixels, dando vida a uma arte em bloco bruta, porém detalhada. Pete Tong usou arte de 8 bits em seu branding pessoal, criando um design geométrico em blocos (e fonte semelhante). O design usa, predominantemente, cores primárias para criar uma marca expressiva, moderna e jovial. Considere usar um pouco do visual dos games retrôs e da arte de 8 bits em seus designs.

HEYPETETONG por Pete Tong

45. Adote a laminação

Você sabe o que combina com designs geométricos? Laminação. Acabamentos laminados podem proporcionar ao seu padrão geométrico um toque extra de classe e sofisticação. Confira estas capas elegantes criadas para os livros de F. Scott Fitzgerald por Coralie Bickford-Smith. Os padrões geométricos, inspirados no icônico movimento art déco, brilham, literalmente, nas capas. Maravilhosamente compensados ​​pela fonte serifada simples e por uma paleta reluzente, estes livros usam padrões geométricos de forma impressionante, apropriada e clássica. Pense em usar acabamentos laminados em seu próximo design geométrico.

Capas de livros de F. Scott Fitzgerald por Coralie Bickford-Smith

46. Crie retratos únicos

Algumas formas geométricas e as cores certas podem juntar-se para criar projetos realmente inteligentes. Confira esta capa para a revista Little White Lies da Church of London. O que a Church of London fez aqui foi criar dois retratos de personagens do filme The Master usando formas geométricas, colorindo os personagens de vermelho e azul. As imagens ocupam o mesmo espaço, mas existem individualmente quando vistas através das lentes certas. Muito legal, hein? Além desse design inteligente, a estilização das imagens é única, expressiva e impressionante; tudo graças às formas geométricas.

Little White Lies por Church of London

47. Use padrões para diferenciar

Muitas empresas usam cores para diferenciar setores, divisões, elementos, etc. Este é um ótimo sistema. Porém, em vez de cores, que tal usar padrões? Padrões geométricos coloridos diferentes para combinarem com cada setor podem ser uma opção bonita e funcional para diferenciar e manter as coisas organizadas. Veja este branding criado por Bruce Mau para o The Hutchins Center. Ele usa padrões coloridos únicos para cada divisão, uma maneira sofisticada e estilosa de incorporar os padrões ao local de trabalho.

Hutchins Center por Bruce Mau

Hutchins Center por Bruce Mau

48. Foco no padrão

Um padrão bem posicionado e benfeito pode funcionar como um belo destaque do seu design. Veja este design de embalagem criado por Kamil Piatkowski. Ele usa padrões geométricos de cor preta para criar rótulos maravilhosos. Nada de ilustrações extravagantes; o padrão preto contrasta com a cor do líquido para dar vida à marca. Por isso, se no futuro você tiver dificuldade para criar um rótulo, considere utilizar um padrão forte e envolvente.

Regular Beer por Kamil Piatkowski

49. Use o mínimo

Projetos minimalistas podem ser combinados muito bem com padrões geométricos, pois um pode equilibrar o outro. Veja este branding para o food truck The Nordic.

“O design representa o minimalismo, a atemporalidade e a constância da cultura nórdica”, explicou o designer David Massara. “O layout inspira-se nos padrões geométricos escandinavos, criando um contraste poderoso e destacando a inspiração do ambiente natural da Escandinávia".

Combinar a cor azul forte, o logotipo minimalista e elementos simples com um padrão chevron impactante e carregado é incrivelmente eficaz e proporciona outro elemento reconhecível ao branding.

Branding do The Nordic por David Massara

50. Crie um padrão delicado

Padrões geométricos não precisam ter formas surpreendentes nem cores fortes. Na verdade, formas geométricas finas e delicadas podem ser tão eficazes e belas quanto as formas expressivas e fortes. Veja este design de currículo. Ao usar linhas e formas finas e simples, que combinam perfeitamente com a fonte suave, este design mantém o documento claro, elegante e profissional. Reflita se um padrão mais simples e suave pode funcionar melhor em seu próximo projeto.

Currículo por Abduzeedo

Agora é com você

Os padrões geométricos estão em praticamente todos os lugares. Agora que você conferiu essa lista, certamente vai começar a notá-los em toda parte. Colecione exemplos e tente descobrir a razão pela qual eles funcionam, o que eles fazem de diferente e por que você gosta deles.

Sua arma secreta para criar designs deslumbrantes